domingo, 6 de agosto de 2017

Minha Experiência Com Pisos Vinílicos


No post anterior eu falei da minha experiência com pisos adesivos hidráulicos, e hoje vou falar de mais um recurso que utilizei para dar uma melhorada no visual da casa que alugo: o piso vinílico autocolante.


A coisa mais feia da casa que estou morando são os pisos, principalmente os da sala, que não sei por qual motivo, é todo quebrado e remendado, com 4 variações de modelo.

Em um primeiro momento pensei em comprar um tapetão para esconder aquela coisa feia, mas eu tenho rinite alérgica e não parecia ser uma boa ideia, sem contar que fui pesquisar preços e quase caí pra trás, no mínimo 400 reais o tamanho que eu precisava.

Então em um dos blogs de decoração que gosto de fuçar vi falaram de um piso autocolante que teria um preço mais acessível, e gostei da ideia! 

Eu não queria investir em uma casa que não é minha, mas descobri que os pisos podem ser reaproveitados, então resolvi procurar o bendito. 

Encontrei poucas opções na Leroy Merlin, comprei duas caixas com 16 lâminas cada, o que daria cobertura para em média 4 metros e meio, paguei  por volta de 250 reais, isso em fevereiro de 2017.

E lá fui eu começar a arte, o piso era assim: 



Para não estragar (ainda mais) o piso de baixo e para conseguir reaproveitá-lo, vi a dica na internet de cobrir o piso com fita adesiva, e foi o que fiz. Se me mudar posso retirar o piso, comprar um tubo de cola especial para ele e utilizá-lo novamente.



Depois posicionei o piso no chão para ver se daria certo, e também para cortar ao meio para fazer um encaixe mais bonito, é bem fácil, basta usar régua e estilete, e depois quebrá-lo ao meio:



E ai com ajuda de duas amigas fomos tirando o adesivo e colando no chão, eu esqueci de tirar foto, mas peguei essa no blogdadecoração para vocês terem uma ideia:


O resultado final foi o da foto abaixo, também esqueci de tirar a foto logo após o término de colar, a foto é de aproximadamente 2 meses após o processo:



Conclusões:

O visual da minha sala ficou menos feio e o processo de colocação do piso não foi difícil, apesar de cansativo. 

Eu tive problema com o piso porque precisei de mais 6 peças para cobrir todo espaço, e como demorei alguns meses para instalar e perceber tal fato, quando volteira para comprar já não havia mais da mesma opção de cor e marca na Leroy, o que me gerou um estresse, teria que comprar tudo de novo, mas dei muita sorte, porque um vendedor da loja encontrou alguns pisos que serviam de mostruário e estavam guardados e me deu para completar os que faltavam, infelizmente a cor tinha uma leve diferença, mas pelo menos não perdi o dinheiro investido. 

Eu não me arrependo de ter comprado o piso, mas por ter todo aquele mosaico de pisos diferentes anteriormente, e alguns estarem quebrados, o chão não era nada nivelado, por conta disso a fixação não ficou perfeita, houve alguns espaçamentos, e a cola vaza um pouco por eles, gerando umas melequinhas pretas chatas de limpar. Mas eu já estava ciente de que não ficaria perfeito, havia sido alertada pelo vendedor que era necessário ter um chão nivelado para que o produto ficasse bom.

Uma notícia boa é que quando fui procurar por mais lâminas para comprar e completar o meu piso, não encontrei da mesma marca que o meu, mas encontrei uma infinidade de marcas novas, com cores diferentes e pela metade do preço. Se eu tivesse deixado para comprar quando realmente tinha tempo para instalar teria economizado dinheiro. 

É isso, qualquer dúvida deixa nos comentários, ou me manda mensagem na página do Facebook.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve


Karina, 26 anos, cambeense, historiadora e intérprete de LIBRAS, viciada em internet, redes sociais, séries e joguinhos, estou aprendendo a ser mulherzinha depois de anos sem autoestima e vaidade, e criei esse espaço para falar um pouco sobre todas essas Karinisses!

Siga no Instagram

Snapchat

Snapchat

Seguidores

Arquivos do Blog

Pin It button on image hover