quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Minha vida quase sem açúcar


Há um tempo atrás eu fiz uma postagem falando sobre tomar cuidado com as cólicas menstruais, e falei um pouco dos problemas que elas me ajudaram a diagnosticar, quem quiser rever o post basta clicar aqui. Enfim, resumindo a história sobre minha descoberta relacionada a esse post, minha insulina esta desregulada por conta de problemas hormonais, e a quantidade de glicose em meu sangue está alta, por isso, o médico mandou eu cortar o açúcar da minha dieta. Eu ainda posso comer um pouco dele, e também não cortei os carboidratos, porque não tenho diabetes, só preciso cuidar para que não aconteça no futuro, por conta disso, meu último mês tem sido quase sem açúcar. 
Na primeira semana eu fiquei muito chateada, chorava por não poder comer chocolate todo dia, mas todo esse drama por puro desconhecimento, eu achei que minha vida iria mudar drasticamente, que até esqueceria qual é o gosto do chocolate, então fui ao mercado e encontrei isso:


E a partir daí só foi descoberta atrás de descoberta, existem muitas opções para quem não pode consumir açúcar, no próprio mercado encontrei uma sessãozinha que nunca tinha percebido com alguns itens, e também passei a ler as embalagens e tabelas informativas sobre os valores nutricionais. No mercado que tem perto de casa, consegui encontrar suco de uva integral, bolachas de waffle, achocolatado, suco, barrinhas de chocolate e adoçante a base de stevia (uma planta que substitui o açúcar, é gostoso mas fica um ardorzinho na boca, tipo hortelã): 


Uma amiga minha também me falou sobre um estabelecimento aqui na minha cidade que é especializado em doces diets, sem lactoses e afins, fui lá conferir e caraca, tem muita opção, coisa que nem imaginava que seria possível fazer sem açúcar, como pé de moleque, paçocas, bolachas, chocolates diversos, sorvetes, bolos, entre outros... além disso, tem dias que tem pamonha e churros, e você é avisado por mensagem no celular caso tenha feito um cadastro. O lugar se chama Equilíbrio Diet, esse é o facebook deles (clique aqui) e esse é o site (clique aqui). As compras também podem ser feitas pelo site ;)



No final de semana, fui com as amigas da pós em uma brigadeiria em Londrina, lugar que faz brigadeiros gourmet, e descobri que lá também tem opções sem açúcar, e são ma-ra-vi-lho-sossss, é tão bom que nem parece que não tem açúcar, porque a maioria dos produtos tem um gostinho que da para perceber o adoçante. (O nome do lugar é Delicato Brigadeiria facebook aqui, e lá tem dois sabores diets: doce de leite e tradicional, são os que estão em embalagem verde na foto)


Minha última descoberta relacionada aos doces dietes, foram os chocolates da Cacau Show, encontrei barrinhas e trufas lá, e assim como o brigadeiro, parece mentira que não tem açúcar naquilo, me da até um medo ao comer ahsuahsua, é muuuito bom!


A única desvantagem dos produtos sem açúcar é o valor, que as vezes custam o dobro  dos produtos normais, mas nem sempre, algumas coisas diferenciam em pouco centavos. O gosto é bom, mas algumas coisas tem muito gosto de adoçante, enquanto você come é bom, mas quando termina fica o gostão na boca. Mas, super da para matar a vontade, se ficar o gosto na boca é só escovar os dentes, ou comer algo salgado e acabou o problema.
Eu sempre dizia que preferia morrer a ter uma doença que me privasse do açúcar, mas agora que aconteceu eu percebi que era pura ignorância, minha privação é pequena, minha vida esta quase como era antes, a única dificuldade que achei foi em encontrar bebidas quando saio, porque não gosto de refrigerantes diets, e nem sempre há sucos naturai, ou água de coco, e ai acabo tendo que comer a seco ou com água.
Enfim, espero que esse post sirva para esclarecer um pouco sobre as opções que as pessoas que precisam levar uma dieta sem açúcar tem, e para aqueles que (espero que não aconteça), passem por isso no futuro, não sofram achando que o mundo acabou como aconteceu comigo =p




0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve


Karina, 26 anos, cambeense, historiadora e intérprete de LIBRAS, viciada em internet, redes sociais, séries e joguinhos, estou aprendendo a ser mulherzinha depois de anos sem autoestima e vaidade, e criei esse espaço para falar um pouco sobre todas essas Karinisses!

Siga no Instagram

Snapchat

Snapchat

Seguidores

Arquivos do Blog

Pin It button on image hover