sábado, 28 de março de 2015

Dicas de jogos: To the Moon




Alguns dias atrás meu namorado apareceu por aqui com um joguinho chamado To the Moon, ele e alguns amigos haviam jogado, todos haviam gostado muito e ele queria que eu jogasse também. Então joguei ahsauhsua

O jogo é bem rápido, dura em torno de 4 horas, terminei rapidinho. Ele tem um gráfico de jogos antigos, e a jogabilidade é mega fácil, você precisa apenas clicar em algumas coisas, montar espécie de quebra cabeças ou guiar personagens, mas na maioria do tempo você é só um telespectador, pois o jogo é um visual novel, estilo de jogo focado no enredo, no qual o jogador contribui bem pouco, mas nem por isso deixa de ser bom!


A história retrata dois doutores que trabalham para uma empresa que realiza o sonho de pessoas a beira da morte. Através de aparelhos eles entram na cabeça da pessoa e conseguem acessar e alterar suas memórias, é uma pegada meio Vanilla Sky ou Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembrança (para quem não assistiu, ambos filmes retratam empresas que trabalham modificando a mente de pessoas). Nessa história o paciente é um senhor que sonha em ir a lua, mas ao entrar na memória dele eles não conseguem identificar o por que de tal desejo, e sem isso não é possível criar tal memória, então o jogo nos leva a conhecer a história do senhor, voltando aos poucos no tempo e conhecendo fragmentos de sua vida. A história é bonitinha, e o final bem emocionante, confesso que não chorei, fui julgada por todos e chamada de insensível, mas vai ver era o dia, e também eu tinha imaginado outro final, mas enfim, a maioria das pessoas choram, sempre nos relatos o povo diz que suou pelos olhos....



Então joguem e tirem suas próprias conclusões, o jogo é bem baratinho, atualmente está 16,99 na Steam, mas há dias em que entra em promoção, mas vale a pena comprar para incentivar o trabalho feito, para estimular essas produções independentes. Há também uma opção para comprar o jogo e a trilha sonora, que é grande destaque no jogo, quem quiser comprar basta clicar aqui, qualquer PC roda, ele é bem leve, apenas 70 mb e tem a opção traduzida para o português.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem escreve


Karina, 26 anos, cambeense, historiadora e intérprete de LIBRAS, viciada em internet, redes sociais, séries e joguinhos, estou aprendendo a ser mulherzinha depois de anos sem autoestima e vaidade, e criei esse espaço para falar um pouco sobre todas essas Karinisses!

Siga no Instagram

Snapchat

Snapchat

Seguidores

Arquivos do Blog

Pin It button on image hover